Sorria uma Ideia!

Bruno Carnaes

Home / Estudos / autoral

Apresentação

Em busca de uma imagem que expressasse o momento atual na fotografia no qual eu deliberadamente julgo me encontrar, acabei encontrando inspiração no trabalho realizado pela dupla Aziz + Cucher chamado "Dystopia" (1994-95), onde olhos, boca e narinas dos retratos realizados foram cobertos digitalmente com uma camada de pele digital. A intenção principal do trabalho realizado pela dupla foi de questionar a mudança comportamental e de caráter causada pela evolução tecnológica, desaparecendo o contato direto entre as pessoas e, com isso, aquilo que caracteriza o indivíduo diante da massa.

Aziz +Cucher - Dystopia (1994-95)
Fonte: http://www.azizcucher.net/project/dystopia


Outra referência é a pintura a óleo de Geraldo de Barros de uma mulher de amarelo que não possui sua face representada na obra.

Mulher de Amarelo por Geraldo de Barros, 1947

Fonte: Pintura a óleo sobre madeira, 63 x 83xm de Geraldo de Barros feita em 1947. Geraldo de Barros: Isso / Organização de Fabiana de Barros - São Paulo : Edições SESC SP, 2013. - 364p

Ambos os trabalhos geraram o questionamento quanto a representatividade da visão do indivíduo diante da massa, do todo, de todos aqueles quem podem e até preferem dizer que influenciam a aceitar que são influenciados pelo seu meio e o que os cerca.

E por ainda não reconhecer uma linha clara quanto a minha própria produção fotográfica fiz uso da inspiração obtida com os trabalhos de Aziz + Cucher e Geraldo de Barros, acima descritos, para produzir as imagens abaixo com o questionamento/provocação "Em um mundo regido pela visão, o que você vê através de sua objetiva que as pessoas não estão vendo com seus olhos normais?"

Diga-me, o que você vê?
Diga-me, o que você vê?

A imagem de apresentação é a de formato quadrado, tendo sua origem na imagem retangular também reproduzida acima. O motivo do uso do aspecto quadrado é razão para outro texto! :)

Ficha Técnica: